Moro e Dória

Análise de Kennedy Alencar sobre o encontro de Dória e Moro.

  • 6
    Shares

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

A foto de Doria com Moro é uma excelente peça de campanha para um candidato a governador do PSDB que disse que visitaria Lula em Curitiba. Para o juiz que colocou o petista na cadeia, é mais um exemplo de suas afinidades eletivas. Nem foi a primeira pose ao lado de um tucano. Sem surpresa. Doria estava na dele e no ambiente dele. O magistrado só foi imprudente, dirão, porque, afinal, ele pode tudo.

Pior mesmo foi o discurso de Moro, uma análise política rasa sobre corrupção e democracia, uma mistura de lição de moral com falsa modéstia, um chamado aos empresários para que não caiam nas garras desses políticos malvados e corruptos.

O juiz disse que hesitou a respeito da possibilidade de receber o prêmio “Person of the Year”, da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, porque não sabia se um magistrado, nas palavras dele, “deve chamar esse tipo de atenção”. Segundo Moro, “Judiciário e juízes devem atuar com modéstia, de maneira cuidadosa e humilde”.

Sem dúvida, é uma ponderação correta e totalmente em sintonia com o traje a rigor da noite de gala, anual e nova-iorquina, que já virou símbolo da cafonice e do complexo de vira-latas da elite brasileira.

Para um juiz que interveio ilegalmente no processo político em 2016, divulgando uma gravação de Dilma e Lula ao arrepio da lei, traz enorme conforto o ensinamento de que, “apesar de dois impeachments presidenciais e um ex-presidente preso, não houve e não há sinais de ruptura democrática”.

Realmente, não merece crédito nenhuma teoria conspiratória sobre o interesse dos Estados Unidos nas consequências da Lava Jato em relação às grandes empresas brasileiras que eram competidoras das americanas na América Latina e na África. É detalhe o Departamento de Justiça dos EUA considerar normais e produtivos os contatos informais com procuradores e magistrados brasileiros. Softpower pouco é bobagem. Que se dane a mulher de César.

A servidão voluntária de uma elite deslumbrada, apegada ao auxílio-moradia e outros privilégios de casta, faz o serviço completo e ainda agradece a homenagem porque abaixo do Equador o Supremo segura a barra, legaliza e avaliza a coisa toda.

Fonte: blogdokennedy.com.br

Veja também

Fim do combustível no Brasil está próximo. Fim do combustível no Brasil está próximo. São Paulo e Rio deve acabar hoje. O combustível deve acabar já nesta quinta-feira 24 na capital paulista d...
Entrevista com Esquivel para Alemanha sobre Lula e... Entrevista com Adolfo Pérez Esquivel para emissora Deutsche Welle da Alemanha sobre a indicação do Prêmio Nobel da Paz para Lula. DW Brasil: Como sur...
Temer beneficiado pelo STF e odiado pela população... Temer foi beneficiado mais uma vez pelo STF. Ao prorrogar o inquérito por 60 dias, numa operação que investiga Temer por corrupção, o ministro do Sup...
Lula na solitária X Henrique Alves mais de 400 vis... Lula na solitária X Henrique Alves mais de 400 visitas em dois meses, com direito a celular e tudo. Da Redação da Revista Fórum - Desde 6 de junho, o...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *