Senadores são barrados em visita ao ex-presidente Lula

Juíza proíbe senadores e eletrônicos em visita a Lula

Juíza proíbe entrada de 4 senadores e equipamentos eletrônicos em visita a Lula.

A juíza Carolina Lebbos, barrou a entrada de 4 parlamentares na visita que seria feita hoje ao ex-presidente Lula pela comissão de direitos humanos do Senado, com o objetivo de verificar as condições do local onde Lula se encontra.

Foram proibidos de entrar os senadores Humberto Costa (PT), Roberto Requião (PMDB), Lídice da Mata (PSB) e José Pimentel (PT), pois segundo a Juíza eles não participam da comissão de direitos humanos do Senado.

Medida drástica? Justiça rígida? Alguns podem estar se perguntando o por que dessa linha tão dura quando o assunto é o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, chegam a ser tão enérgicos que acaba ficando estampado o excesso e a imparcialidade da justiça. Quanto mais batem, mas fica evidente.

Além disso tudo, limitações foram impostas:

  • Senadores serão separados nas dependências da PF para respeitar o funcionamento correto da casa.
  • Equipamentos eletrônicos não serão permitidos

Faltou dizer que seus olhos poderiam ser vendados.

 

 

Veja também

O único jeito de tirar Lula da cadeia é desistindo... Saiu na coluna do Estadão que o único jeito de tirar Lula da cadeia é desistindo das eleições. Segundo matéria publicada no dia 21, em conversas com ...
Líderes da Europa declaram apoio a Lula e pedem &#... Líderes da Europa declaram apoio a Lula e pedem que participe das eleições. Numa nota de apoio assinam três ex-primeiro-ministros italianos e um belg...
Novo vídeo de Lula divulgado pelo Instituto Lula. Confira novo vídeo de Lula divulgado pelo Instituto Lula. Lula diz "Eu penso grande e, se deus quiser, ainda vou ver esse país se transformar numa gr...
Restaurante KOMYS humilha cliente com nota Lula Li... Restaurante KOMYS humilha cliente com nota carimbada com Lula Livre e Marielle Presente. A artista Ana Teixeira em depoimento no Facebook relata uma ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *